Get the Flash Player to see this rotator.

Notícias



Governador assina contrato de restauro do Instituto de Educação General Flores da Cunha











O governador José Ivo Sartori assinou contrato com a empresa Porto Novo Empreendimentos & Construções, vencedora da licitação para restauro do Instituto Estadual de Educação General Flores da Cunha. A obra de recuperação e de conservação do prédio de 1935, que é patrimônio histórico do Estado desde 2006, está orçada em R$ 22,5 milhões. O ato ocorreu durante solenidade no Palácio Piratini nesta sexta-feira (20).

"A restauração do Instituto Estadual de Educação General Flores da Cunha é um marco importante, que não se encerra na ideia de autorizar uma reforma em um importante estabelecimento de ensino. Estamos trabalhando para devolver à sociedade um patrimônio que pertence a todos", afirmou o governador.

Sartori disse que este é mais um passo para qualificação da educação, juntamente com a criação da força-tarefa para reformar escolas, a criação de 1.300 comissões internas de Prevenção a Acidentes e Violência Escolar (Cipave) e a lei "Escola Melhor, Sociedade Melhor", projeto que incentiva pessoas físicas e jurídicas a se tornarem parceiras do poder público para qualificar a Educação."Educação é o caminho para construção de um futuro melhor. E vamos somar forças para que nosso Estado continue avançando", enfatizou.

"O prédio do Instituto de Educação Gen. Flores da Cunha é um monumento cultural e histórico que está em um estado de conservação deplorável. O governador e eu estivemos lá no início do ano letivo e testemunhamos as condições. Tratamos, então, de tomar as providências para que a obra que já estava planejada há muitos anos, e que por uma série de razões acabou se frustrando, pudesse ser realizada. Ao mesmo tempo em que o prédio tem um grande significado histórico, também terá, a partir desta reforma completa, as condições de conforto ideais para o processo de ensino e aprendizagem", afirmou o secretário da Educação, Vieira da Cunha.

O secretário disse que até a primeira quinzena de novembro, mais de R$ 110 milhões foram liberados pela Secretaria da Fazenda para a realização de obras escolares. Outro gargalo, que é a lenta tramitação dos processos, também foi atacado, com a criação de uma força-tarefa que envolve as secretarias de Educação e de Obras, Habitação e Saneamento. A iniciativa prevê a contratação de engenheiros e arquitetos que atuarão exclusivamente nas obras que envolvem estabelecimentos de ensino.

A diretora do Instituto de Educação Leda Larratéa, recordou a história centenária e a jornada de pioneirismo na educação do Rio Grande do Sul. A escola foi fundada em 5 de abril de 1869. O Instituto ocupa o prédio da Osvaldo Aranha desde 1937.  "Chegamos aos 146 anos, olhando para o nosso passado, mas com muita esperança no nosso futuro. E neste meio está o dia de hoje, que marca um novo tempo de desafios a vencer", disse Leda.

Restauro
Além do restauro, a estrutura do Instituto será modernizada e adaptada para receber os estudantes e as tecnologias envolvidas no trabalho em sala de aula nos dias atuais. O prédio, que ocupa uma área total 11.021 metros quadrados, atenderá exigências de acessibilidade e prevenção contra incêndio. O projeto da empresa 3C Arquitetura e Urbanismo contempla, ainda, paisagismo, reforma nas redes elétrica e hidráulica, iluminação interna e externa, segurança com a colocação de câmeras de vídeo monitoramento, rede lógica, sonorização e climatização.

Além da análise sobre a situação atual da estrutura, a empresa realizou pesquisas históricas e mapeou as peças originais e as modificadas ao longo dos anos. Adaptações do conjunto foram planejadas para qualificar e modernizar a tradicional escola pública.

As obras no Instituto de Educação vão iniciar após o término deste ano letivo. O prazo para a conclusão da obra é de 18 meses. Por isto, os 1.673 alunos estudarão nas escolas estaduais Roque Callage e Felipe de Oliveira, onde ficará o Ensino Infantil, durante 2016 e parte de 2017. O colégio tem 155 professores e funcionários.

Também assinaram o contrato de restauro do Instituto, os secretários da Educação, Vieira da Cunha, e de Obras, Saneamento e Habitação, Gerson Burmann, e o diretor presidente da Porto Novo, Cláudio Ryff Moreira. Vieira lembrou que a empresa é a mesma que restaurou o Mercado Público de Porto Alegre e a Casa de Cultura Mario Quintana. No ato, os arquitetos Tiago Holzmann da Silva e Leonardo Damiani Poletti da 3C Arquitetura e Urbanimo apresentaram as intervenções que serão realizadas.


Texto: Mirella Poyastro
Edição: Denise Camargo/Secom


Data: 20/11/2015
Fonte: GOVERNO DO RIO GRANDE DO SUL
Voltar

PORTONOVO EMPREENDIMENTOS & CONSTRUÇÕES LTDA.

Rua Maurício Sirotsky Sobrinho, 1271 - Distrito Industrial - Cachoeirinha - RS

Fones: +55 (51) 3471-1200 |

E-mail: faleconosco@portonovo.com.br


Desenvolvido por Grandes Idéias.